Conexão às origens de dados RDBMS

Seguir

Você pode importar dados de vários sistemas de gerenciamento de base de dados relacionais (RDBMS) diferentes. No Construtor da origem de dados, os ícones amarelos representam as origens de dados RDBMS disponíveis.

Adição de conexões de RDBMS

A seguir estão as origens de dados RDBMS disponíveis:

  • MySQL
  • MariaDB
  • Oracle
  • SQL Server
  • Postgre
  • DB2
  • Cloud SQL
  • MySQL RDS
  • Oracle RDS
  • Postgre RDS
  • AWS Aurora
  • SQL Server RDS
  • SQL Azure
  • Postgre Heroku

Como adicionar uma conexão de RDBMS

  1. Selecione um dos ícones de RDBMS mostrados acima.
  2. Insira o host, a porta, o nome de usuário e a senha.

  3. Depois que você autenticar suas credenciais, poderá recuperar seus dados. Você pode selecionar uma única tabela na aba Tabela única.
    Observação: se quiser selecionar várias tabelas, use as opções SQL personalizado ou SQL Designer (consulte Seleção de várias tabelas de uma conexão de base de dados).
  4. Ao terminar, clique em Próximo.
  5. Seus dados serão atribuídos automaticamente como uma métrica ou um atributo. Você pode usar as setas para a esquerda e para a direita para editar os posicionamentos.
  6. Clique em Próximo para selecionar uma opção de armazenamento.
  7. Selecione a aba Avançado para editar o armazenamento em cache, o fuso horário e as configurações do Unificador de consultas.

  8. Clique em Salvar para concluir a inclusão de sua conexão.

Lista de verificação do conjunto de dados

Se sua base de dados for local, será possível se conectar a ela localmente e oferecer suporte a um painel simples armazenando os resultados da consulta no cache. Se você quiser publicar painéis interativos em uma conexão delegada, a base de dados precisa ser aberta na web.

A base de dados deve ser acessível pela internet. Isso significa que possivelmente um firewall corporativo deve aceitar a chamada, encaminhar a solicitação para o servidor e ser aceito pelo servidor.

Para que isso seja possível, sua base de dados deve ter um endereço IP público ou deve ser NAT.

Há duas formas de fazer isso:
  • Colocar os dois endereços IP na lista de aceitação: 174.129.197.46 e 107.23.115.201. Faremos a conexão usando apenas esses dois endereços.
  • Você pode selecionar a opção Túnel SSH ao fazer a conexão.
Se você se conectar a uma base de dados hospedada na Amazon EC2 ou em um cluster da Amazon Redshift, adicione o seguinte grupo de segurança de EC2 a seu grupo de segurança:
  • ID da conta: 910041997824
  • Nome do grupo de segurança de EC2: proxy-wac
Se você estiver se conectando a um servidor SQL, verifique o seguinte:
  • A conexão TCP/IP está habilitada no gerenciador de área de superfície do servidor SQL.
  • Entre com a credencial de autenticação do servidor SQL, e não com a autenticação do Windows.
  • Se você tiver uma instância nomeada, primeiro tente não definir a instância nomeada na conexão.
  • Se possível, uma instância deve indicar a porta padrão.

Se você estiver recebendo um erro de tempo limite ao tentar se conectar, verifique o seguinte:

  • Localização da base de dados: Se sua base de dados for local, você poderá se conectar usando o BIME Desktop. Se você estiver usando a interface da web, será preciso colocar todos os domínios com *.bime.io na lista de aceitação.
  • Endereços IP: Se você estiver usando a interface da web, talvez encontre problemas com as configurações de firewall. Verifique se você ajustou as configurações de segurança necessárias (consulte Configurações de segurança).
  • Limites de dados: Algumas fontes de dados, como BigQuery e ElasticSearch, limitam o número de linhas que podem ser importadas. Se seus dados excederem o número de linhas definido, você pode receber um erro de tempo limite. Para solucionar isso, você pode criar uma visualização na opção SQL personalizado usando a cláusula GROUP BY.
  • Informações incorretas: Se você ainda estiver com problemas para se conectar, talvez tenha inserido informações incorretas na etapa Informações do Construtor da origem de dados.
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk